Última hora

Última hora

Itália depois da condenação do comandante do Costa Concordia

O veredicto, no julgamento do comandante do Costa Concordia, está a dividir os italianos. Há quem se questione se os 16 anos de prisão a que terá de

Em leitura:

Itália depois da condenação do comandante do Costa Concordia

Tamanho do texto Aa Aa

O veredicto, no julgamento do comandante do Costa Concordia, está a dividir os italianos. Há quem se questione se os 16 anos de prisão a que terá de se submeter são suficientes. O Ministério Público italiano pedia 26 anos e três meses.

O tribunal condenou Francesco Schettino pelo seu papel no naufrágio, que levou à morte de 32 pessoas, mas rejeitou o pedido de que a pena começasse a ser cumprida de imediato já que o comandante tem direito de recorrer da sentença.

O ex-comandante do “Costa Concordia”, de 54 anos, abandonou o navio depois deste ter embatido contra um rochedo e ter começado a afundar-se.

O acidente ocorreu ao largo da ilha de Giglio, junto à região da Toscânia, em janeiro de 2013.

O paquete transportava 4200 passageiros e tripulantes.