Última hora

Um grupo de nacionalistas de Myanmar, liderado por monges budistas, protestou na quarta-feira contra a decisão do parlamento de atribuir o direito de voto à minoria Rohingya, para participar no referendo sobre a constituição. A assembleia aprovou a lei a 2 de fevereiro. A minoria étnica também vai possuir os cartões brancos que permitem participar na consulta popular sobre as emendas ao texto fundamental.

Mais vídeos No Comment