Última hora

Última hora

Ucrânia: Intensificam-se os combates a escassas horas do cessar-fogo

A escassas horas do início de cessar-fogo, as forças ucranianas e rebeldes separatistas continuam a lutar, intensamente, de modo a conseguirem manter

Em leitura:

Ucrânia: Intensificam-se os combates a escassas horas do cessar-fogo

Tamanho do texto Aa Aa

A escassas horas do início de cessar-fogo, as forças ucranianas e rebeldes separatistas continuam a lutar, intensamente, de modo a conseguirem manter ou conquistar território no leste do país.

No último dia, de acordo com o exército ucraniano e forças rebeldes, 18 pessoas morreram.

Os combates têm sido mais intensos na zona de Debaltseve, um importante interposto ferroviário.

“Com o apoio do exército da Federação Russa, os milicianos estão a tentar resolver questões táticas, que são importantes para eles, até às 00:00 horas de 15 de fevereiro, para alargar os territórios que eles controlam. Em primeiro lugar, a estrada para Debaltseve”, informa o porta-voz do exército ucraniano, Andriy Lysenko.

Os separatistas pró-russos afirmam que estão preparados para respeitar o cessar-fogo e acusam Kiev de ter dúvidas.

“Chamamos a atenção das organizações internacionais para o facto de algumas autoridades de Kiev já estarem a questionar o acordo de Minsk. Nós estamos prontos para cumpri-lo, apenas se Kiev o seguir, se ninguém disparar contra nós”, defende o líder separatista, Eduard Basurin

O cessar-fogo, acordado em Minsk, na Bielorrússia, deve ser aplicado a partir das 00:00 horas, locais, de domingo. Este é o primeiro teste para perceber se tanto Kiev como as forças separatistas pró-russas querem ou não a paz.