Última hora

Última hora

Berlinale: iraniano Jafar Panahi conquista Urso de Ouro

O filme “Taxi”, do realizador dissidente iraniano Jafar Panahi, conquistou o Urso de Ouro no festival de cinema de Berlim. Foi a sobrinha do cineasta

Em leitura:

Berlinale: iraniano Jafar Panahi conquista Urso de Ouro

Tamanho do texto Aa Aa

O filme “Taxi”, do realizador dissidente iraniano Jafar Panahi, conquistou o Urso de Ouro no festival de cinema de Berlim. Foi a sobrinha do cineasta que recebeu o prémio, já Panahi está impedido de sair do Irão.

O júri da Berlinale premiou também o cinema da Europa de Leste, com dois Ursos de Prata para a Melhor Realização, um dos quais para a polaca Malgorzata Szumowska, pelo filme “Body”.

A cineasta explica que ficou “completamente chocada, no bom sentido, pois é raro um prémio para o cinema polaco na Berlinale”.

O outro galardão foi para o romeno Radu Jude, pelo “road movie” histórico “Aferim”, filmado a preto e branco.

O correspondente da euronews, Wolfgang Spindler, afirma que “a Berlinale enviou um sinal político: com a atribuição do Urso de Ouro a Panahi, o júri mostrou solidariedade para com um realizador que luta, no seu próprio país, contra a censura, as dificuldades para trabalhar e a interdição de viajar”.