Última hora

Última hora

Defesa de Strauss-Kahn diz que "o caso caiu por si próprio"

Dominique Strauss-Kahn, deve ser ilibado das acusações de proxenetismo agravado. Essa é pelo menos a convicção da defesa do ex-diretor do Fundo

Em leitura:

Defesa de Strauss-Kahn diz que "o caso caiu por si próprio"

Tamanho do texto Aa Aa

Dominique Strauss-Kahn, deve ser ilibado das acusações de proxenetismo agravado.

Essa é pelo menos a convicção da defesa do ex-diretor do Fundo Monetário Internacional.

Os três advogados de Strauss-Kahn, apresentaram, esta quarta-feira, no tribunal de Lille as alegações finais. À saída, Henri Leclerc não escondia o otimismo.

“O caso caiu por si próprio. Os nossos argumentos vieram, apenas, confirmar isso mesmo. Vamos agora aguardar pela decisão do tribunal e estamos confiantes” refere Henri Leclerc, advogado de Dominique Strauss-Kahn.

Na véspera, também, o Ministério Público tinha já pedido a absolvição do antigo patrão do FMI, alegando, que “nem a investigação criminal nem as audiências“conseguiram provar que houve crime.

A decisão do tribunal pode ser conhecida esta sexta-feira.