Última hora

Última hora

Rússia ganha na Ucrânia

Os rebeldes pró-russos infligiram esta quarta-feira um novo revés militar a Kiev. Centenas de soldados capitularam em Debaltseve após uma renhida

Em leitura:

Rússia ganha na Ucrânia

Tamanho do texto Aa Aa

Os rebeldes pró-russos infligiram esta quarta-feira um novo revés militar a Kiev.

Centenas de soldados capitularam em Debaltseve após uma renhida batalha ainda sem informação sobre o número de vítimas.

Com a conquista da cidade, importante nó rodoviário para toda a região oriental, os separatistas completam o plano militar iniciado há dez meses.

A área controlada pelos rebeldes é relativamente homogénea, é a junção entre os territórios separatistas das regiões de Lugansk e Donetsk.

“Houve um pesado bombardeamento. Rezamos o tempo todo e despedimo-nos das nossas vidas uma centena de vezes. Eles tem uma poderosa artilharia,” diz este soldado ucraniano.

“Eu não sei, os nossos comandantes não nos disseram se era uma retirada ou apenas rotação. Só nos disseram para mudar a nossa posição, porque a nossa unidade ia ficar muito tempo sob fogo e teríamos um monte de perdas.

Em uniforme militar, o Presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko falou do aeroporto de Kiev para anunciar o abandono de Debaltseve antes de partir para a zona de guerra e encontrar-se com os soldados exaustos que tiveram de fugir da cidade.

Oitenta por cento das unidades abandonaram a frente e estão à espera de comboios para serem transportadas para casa.

A ofensiva rebelde em Debaltseve foi lançada, ontem, terceiro dia da nova trégua arrancada na semana passada, após maratona de 16 horas de negociações em Minsk.

Um cessar fogo que nunca saiu do papel.