Última hora

Última hora

Incubar ou acelerar empresas "start-ups", eis a questão

Concretizar uma ideia, criar uma empresa e lançar um negócio sustentado não é fácil. Ter uma boa ideia é essencial, claro, mas está provado que não

Em leitura:

Incubar ou acelerar empresas "start-ups", eis a questão

Tamanho do texto Aa Aa

Concretizar uma ideia, criar uma empresa e lançar um negócio sustentado não é fácil. Ter uma boa ideia é essencial, claro, mas está provado que não chega. É preciso saber executá-la e apresentá-la. O termo anglófono “start-up” significa “começar algo”. Na década de 90 do século XX começou a ser associado às jovens empresas inovadoras que se procuravam lançar no mercado. Algumas sucumbiram à voracidade da “selva” dos negócios, outras sobreviveram e são, hoje em dia, gigantes multinacionais como a Google, o Facebook ou o Twitter só para citar algumas. Não precisaram de incubadoras nem de aceleradores, mas necessitaram de trabalho de equipa para crescer e alguma sorte.

Incubar e acelerar são novos termos que se associam, por estes dias, ao universo das empresas “start-ups”. São dois processos em desenvolvimento no setor educativo para dar maior capacidade aos jovens empreendedores de se lançarem no mercado empresarial e profissional. Nesta edição de Learning World vamos aprofundar estes dois campos e perceber a importância de cada um deles no lançamento de novos negócios.

Primeiro, conversamos com Kyle Judah, diretor do Programa de Empreendedorismo do famoso M.I.T. (Istituto de Tecnologia do Massachussetts) de Boston. Depois, rumamos ao Burúndi para conhecermos o projeto Caixas de Ideias promovido pela organização não governamental Biblioteca Sem Fronteiras, fundada e dirigida por Jérémy Lachal, e, entretanto, adotado pela WISE, a Conferência Mundial de Inovação para a Educação, da Fundação do Qatar

Saiba mais aqui sobre o projeto Caixa de Ideias

Por fim, vamos descobrir em França como está a ser aplicado na Escola Central de Lyon um programa de incubação no projeto EPSA, uma equipa de desporto automóvel constituída por estudantes que desenvolvem os próprios bólides. Contam-nos que “é como a gestação de um bebé”. Veja o nosso vídeo e descubra porquê.

Ligações com interesse para quem procura lançar uma empresa “Start-up” em Portugal

Iniciativa +Empresas, do Governo português Portugal Ventures, investimento em projetos inovadores Areas de trabalho em Lisboa para empresas embrionárias