Última hora

Última hora

André Alves foi o único português a destacar-se no segundo dia em Düsseldorf

Dos cinco portugueses em ação no segundo dia do Grande Prémio de Düsseldorf só André Alves conheceu o sabor da vitória. O 37º classificado do ranking

Em leitura:

André Alves foi o único português a destacar-se no segundo dia em Düsseldorf

Tamanho do texto Aa Aa

Dos cinco portugueses em ação no segundo dia do Grande Prémio de Düsseldorf só André Alves conheceu o sabor da vitória. O 37º classificado do ranking mundial nos -73 kg entrou a todo o gás, com vitórias frente a Oussama Djeddi e Anthony Zingg mas acabou eliminado pelo brasileiro Marcelo Contini.

Jorge Fernandes, que combateu na mesma categoria, foi eliminado logo à primeira pelo checo Karel Musil. O triunfo sorriu ao japonês Shohei Ono, que derrotou na final Nugzar Tatalashvili.

Nos -81 kg, Carlos Luz foi afastado pelo japonês Keita Nagashima, Diogo Lima pelo pelo cazaque Aziz Kalkamanuly. Joachim Bottieau foi o grande destaque, o belga surpreendeu tudo e todos ao derrotar o campeão do mundo Avtandil Tchrikishvili na final.

Nas senhoras, Ana Cachola foi a única representante portuguesa sobre o tatami e confirmou a tendência verificada nos homens: foi derrotada logo no primeiro combate por Tserennadmid Tsend-Ayush.

Alice Schlesinger conquistou os -63 kg e estreou-se a vencer sob a bandeira da Grã-Bretanha. A israelita, que trocou de nacionalidade devido a um conflito com a federação do seu país, impôs-se por ippon à mongol Munkhzaya Tsedevsuren no combate decisivo.

Nos -70 kg, a japonesa Chizuru Arai estragou a festa aos adeptos locais. Levou de vencida Szaundra Diedrich, a única judoca alemã a chegar a uma final nos dois primeiros dias em Düsseldorf.