Última hora

Última hora

"Timbuktu" arrecada Césares para melhor filme e realizador

“Timbuktu” foi grande vencedor, esta sexta-feira à noite, em Paris, na entrega dos Césares, os prémios da Academia de Artes e Técnicas de Cinema

Em leitura:

"Timbuktu" arrecada Césares para melhor filme e realizador

Tamanho do texto Aa Aa

“Timbuktu” foi grande vencedor, esta sexta-feira à noite, em Paris, na entrega dos Césares, os prémios da Academia de Artes e Técnicas de Cinema francesa. Com a presença ilustre do ator e realizador norte-americano Sean Penn, agraciado com uma distinção de honra, o filme de Abderrahmane Sissako, uma produção franco mauritana, arrecadou os prémios de melhor filme e melhor realizador.

O César para a melhor atriz foi entregue a Adèle Hanael, de 26 anos, pelo papel de “Madeleine” na comédia romântica “Os Combatentes”. O filme de Thomas Cailley passou pelo Festival de cinema de São Paulo, no Brasil, em outubro, e tem estreia comercial marcada para Portugal a 19 de março.

As estrelas de “As nuvens de Sils Maria”, Juliette Binoche e a norte-americana Kristen Stewart (melhor atriz secundária – a primeira norte-americana premiada com um César), entregaram o prémio de melhor ator a Pierre Niney. A distinção premiou a interpretação do famoso estilista francês Yves Saint Laurent pelo ator de 25 anos. “Yves Saint Laurent” estreou no Brasil em abril do ano passado e em Portugal em junho.

“A Família Bélier”, por fim, retrata uma família deficiente auditiva, com uma exceção, “Paula”, que serve de intérprete ao resto da família. O papel valeu a Louane Emera, de 18 anos, o César de Melhor Esperança feminina do cinema francês.