Última hora

Última hora

Tsipras: "ganhámos uma batalha, mas não a guerra"

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, afirmou que o acordo de sexta-feira com os credores permite à Grécia deixar para trás a austeridade, mas

Em leitura:

Tsipras: "ganhámos uma batalha, mas não a guerra"

Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, afirmou que o acordo de sexta-feira com os credores permite à Grécia deixar para trás a austeridade, mas realçou que as dificuldades reais estão a chegar.

Tsipras sublinhou ainda que o seu Governo obteve “um grande sucesso”, mas tem “um caminho longo e difícil”.

“Ontem ganhámos uma batalha, mas não a guerra.
As dificuldades, não só as que dizem respeito às negociações e relações com os nossos parceiros, mas as verdadeiras estão para chegar”, afirmou o primeiro-ministro grego.

Segundo Tsipras, “a luta longa e difícil” tem agora um outro “horizonte” negocial, que é o mês de junho, quando o acordo extra de financiamento alcançado na sexta-feira expira e a Grécia vai avançar com o seu próprio plano de desenvolvimento.

O Governo grego tem, no entanto, que apresentar até segunda-feira aos seus credores uma lista específica de reformas para que o acordo alcançado com os parceiros europeus seja ratificado.