Última hora

Última hora

Cessar-fogo no leste da Ucrânia em risco

A troca de acusações volta a ensombrar o já frágil cessar-fogo no leste da Ucrânia. Kiev acusa os separatistas pró-russos de violarem o acordo

Em leitura:

Cessar-fogo no leste da Ucrânia em risco

Tamanho do texto Aa Aa

A troca de acusações volta a ensombrar o já frágil cessar-fogo no leste da Ucrânia.

Kiev acusa os separatistas pró-russos de violarem o acordo assinado em Minsk e recusa proceder à retirada do armamento pesado.

A explosão de uma bomba, na véspera, na marcha de aniversário da revolução, em Kharkiv, provocou dois mortos e a polícia deteve quatro pessoas, suspeitas de estarem por detrás do ataque.

Segundo uma fonte dos serviços de segurança, os homens receberam treino militar na Rússia

Os separatistas pró-russos negam as acusações e apontam o dedo ao exército ucraniano que acusa de violar o cessar-fogo e de atacar os rebeldes.

A retirada do armamento pesado das linhas da frente está prevista no acordo de Minsk assinado a 12 de fevereiro. O segundo ponto do acordo deve ser cumprido o mais tardar 48 horas após o início do cessar-fogo que acabou por ser adiado devido aos combates em Debaltseve.