Última hora

Última hora

HSBC: "Vergonha", ou falta dela?

Em leitura:

HSBC: "Vergonha", ou falta dela?

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente executivo do HSBC, o maior banco privado da Europa, afirma que as actividades de apoio à fuga aos impostos levadas a cabo pela filial suíça do grupo são “uma vergonha”, mas Stuart Gulliver foi um dos que beneficiou do esquema.

O== HSBC já confirmou a existência de uma conta de Gulliver na Suíça. O jornal britânico Guardian afirma que Gulliver utilizou uma empresa ‘fantasma’ panamiana para controlar a conta== Guardian afirma que Gulliver utilizou uma empresa ‘fantasma’ panamiana para controlar a conta onde tinha mais de 10 milhões de euros, em 2007, mais ou menos o mesmo valor que recebeu de bónus no ano passado.

Stuart Gulliver é britânico, mas tem a residência fiscal em Hong Kong.

Os lucros do HSBC recuaram no ano passado 17% para 16,55 mil milhões de euros, uma queda bem mais abrupta do que a esperada pelos analistas. O anúncio desta segunda-feira levou as acções do banco a sofrerem a maior desvalorização na bolsa desde 2011.