Última hora

Última hora

Drones sobrevoam "locais sensíveis" de Paris

Em leitura:

Drones sobrevoam "locais sensíveis" de Paris

Drones sobrevoam "locais sensíveis" de Paris
Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades francesas abriram uma investigação depois de pelo menos cinco “drones” terem sido vistos a voar na noite desta segunda para terça-feira sobre vários “pontos sensíveis” de Paris.

Apesar da forte mobilização policial, os pilotos dos engenhos não foram encontrados.

Entre os locais sobrevoados está a embaixada dos Estados Unidos, a Torre Eiffel e a Praça da Concórdia.

Para o jornalista Jean-Marc Tanguy, especialista em assuntos militares, “desde que começámos a assistir a voos de drones, em outubro, sobre centrais nucleares, não foram lançados projéteis, nem houve engenhos despenhados. São manifestamente usados por pessoas que sabem fazê-lo. Mas não é possível determinar se são profissionais ou simples adolescentes, que sabem pilotar perfeitamente estes aparelhos, que podemos encontrar no comércio”.

Para além de centrais francesas, registaram-se, no fim de janeiro, voos de drones sobre o Palácio do Eliseu e sobre a base de submarinos nucleares de Brest, que é supostamente o local mais protegido de França.