Última hora

Última hora

Liga Europa: A um Sporting de "luxo" só faltou marcar para passar aos "oitavos"

Em leitura:

Liga Europa: A um Sporting de "luxo" só faltou marcar para passar aos "oitavos"

Tamanho do texto Aa Aa

O Sporting fez um jogo de “luxo”, mas esbarrou numa exibição heroíca do suíço Diego Benaglio, não conseguiu marcar e foi eliminado pelo Wolfsburgo nos 16 avos de final da Liga Europa. O guarda-redes dos alemães evitou mesmo que houvesse goleada em Alvalade, mas o segundo classificado da “Bundesliga” até se pode queixar de uma grande penalidade que ficou por marcar já perto dos 90 minutos.


Primeira parte de grande nível do Sporting, a dominar por completo o segundo classificado da “Bundesliga”, mas a esbarrar num bafejado Diego Bengalio. O guarda-redes suíço do Wolfsburgo, que já passou pelo Nacional da Madeira, travou um intenso duelo com o japonês Tanaka e até ajuda do poste teve para manter a baliza inviolável nos primeiros 45 minutos, período em que Rui Patrício foi praticamente um espetador.


Na segunda parte, o Sporting manteve o controlo, mas os alemães começaram a aproveitar melhor os espaços abertos pelo balanceamento ofensivo dos “leões”. Aos 54 minutos, De Bruyne acertou no poste. Um aviso. Mas o jogo era do Sporting e a equipa manteve a pressão.

Marco Silva promoveu o regresso do argelino Slimani à equipa, por troca com Adrien Silva. Aconteceu logo depois de uma perdida de Carillo, um dos melhores. O peruano sairia aos 78 minutos, para a entrada de Carlos Mané. Tanaka cedeu o lugar a Montero. Nova frente de ataque à procura de melhor sorte.

Já sem Vieirinha nos alemães, Benaglio continuava a ser o homem da noite e o responsável por não estar a haver uma goleada em Alvalade. Que o diga Mané, que também esbarrou no suíço.


Aos 84 minutos ficou, apesar de tudo, um penálti por marcar para o Wolfsburgo. O holandês Bas Dost ficou em posição privilegiada, o argentino Jonathan Silva vindo de trás, tocou no adversário, que caiu. Muitos protestos alemães e com razão. Logo a seguir, é Nani a obrigar Benaglio a mais uma grande defesa. O Sporting foi muito melhor, mas não conseguiu marcar e está mesmo fora da Liga Europa. O “leão”, contudo, quase nem tem tempo para limpar as feridas, tem de levantar já a cabeça porque no domingo há novo jogo grande, no Dragão, para o campeonato português.

Os outros portugueses nesta noite europeia

Com Rolando a titular, o Anderlecht foi derrotado (3-1) e eliminado em Moscovo, pelo Dinamo. O Zenit, de Vilas Boas e com Danny e Neto no “11”, recebeu, vence (3-0) e eliminou o PSV de Eindhoven. O Sevilha, com Carriço e Diogo Figueiras a titular, foi vencer a Moenchengladbach e continua a defender o título ganho na Liga Europa, na final da época passada diante do Benfica.

Com Miguel Veloso e Antunes no “11”, o Dinamo de Kiev recebeu os franceses do Guimgamp e conseguiu a reviravolta na eliminatória (3-1). O Legia, com Orlando Sá a titular e Hélio Pinto a entrar, foi derrotado em casa e afastado pelo Ajax de Amesterdão. Derrotado em casa na semana passada, o Trabzonspor, com Bosingwa a titular, voltou a perder em Nápoles e despediu-se da Liga Europa.

Depois das cenas de violência vividas no fim de semana na visita ao Panathinaikos, que ditaram mesmo a suspensão da Liga grega, Vitor Pereira não conseguiu conduzir o Olympiacos aos oitavos de final da Liga Europa. Os gregos empataram a dois golos com os ucranianos do Dnipro. A equipam de Bruno Gama (entrou aos 75 minutos) segue em prova. O sorteio realiza-se a 27 de fevereiro.

16 avos de final, segunda mão:

Dinamo Moscovo (Rus) – Anderlecht (Bel), 3-1 (0-0 na primeira mão)
Zenit (Rus) – PSV Eindhoven (Hol), 3-0 (1-0) *Besiktas (Tur) – Liverpool (Ing), 1-0/ 5-4, após penáltis (0-1)
Fiorentina (Ita) – Tottenham (Ing), 2-0 (1-1)
Inter Milão (Ita) – Celtic (Esc), 1-0 (3-3)
Dinamo Kiev (Ucr) – Guingamp (Fra), 3-1 (1-2)
Salzburgo (Aut) – Villarreal (Esp), 1-3 (1-2)
Legia Varsóvia (Pol) – Ajax (Hol), 0-3 (0-1)
B. Mönchengladbach (Ale) – Sevilha (Esp), 2-3 (0-1)
SPORTING (Por) – Wolfsburgo (Ale), 0-0 (0-2)
Everton (Ing) – Young Boys (Sui), 3-1 (4-1)
Athletic Bilbau (Esp) – Torino (Ita), 2-3 (2-2)
Club Brugge (Bel) – Aalborg (Din), 3-0 (3-1)
Olympiacos (Gre) – Dnipro (Ucr), 2-2 (0-2)
Nápoles (Ita) – Trabzonspor (Tur), 1-0 (4-1)