Última hora

Última hora

EUA/Cuba: Registados progressos na segunda ronda de negociações

Decorreu em Washington o segundo encontro oficial entre representantes dos Estados Unidos e de Cuba depois do anúncio, em dezembro passado, do

Em leitura:

EUA/Cuba: Registados progressos na segunda ronda de negociações

Tamanho do texto Aa Aa

Decorreu em Washington o segundo encontro oficial entre representantes dos Estados Unidos e de Cuba depois do anúncio, em dezembro passado, do reatamento de relações diplomáticas entre os dois países, inexistentes desde 1959.

No final, a diplomata cubana mostrou-se satisfeita com as conversações.

“Posso dizer que foi um bom encontro e que fizemos progressos nas negociações”, disse Josefina Vidal

Apesar de Havana reclamar a saída de Cuba da lista de países patrocinadores de terrorismo, tal não é uma “pré-condição” para retomar as relações bilaterais.

“Não creio que seja apropriado entrar em pormenores sobre as matérias em que foram feitos maiores ou menores progressos. Aliás, algumas delas estão quase resolvidas”, sublinhou a representante americana, Roberta Jacobson.

Para um analista politico da Georgetown University, o dossiê cubano é de extrema importância para o presidente Barack Obama.

“Creio que o presidente Obama quer deixar um legado para quando partir ser lembrado, como é Kennedy por ter posto um homem na Lua, ou Lindon Johnson pelos direitos cívicos”, sublinhou Jon-Christopher Bua.

O correspondente da Euronews na capital norte-americana acompanhou esta segunda ronda de negociações.

Atualmente os interesses cubanos nos Estados Unidos são representados pela embaixada da Suíça, por trás de mim. Mas, talvez dentro de meses, ou mesmo semanas, esta relíquia da guerra fria passará à história”, sublinhou Stefan Grobe.