Última hora

Última hora

Nemtsov, opositor de Putin, assassinado em Moscovo

Em leitura:

Nemtsov, opositor de Putin, assassinado em Moscovo

Nemtsov, opositor de Putin, assassinado em Moscovo
Tamanho do texto Aa Aa

Boris Nemtsov, opositor do presidente Vladimir Putin, foi assassinado em Moscovo, na sexta-feira à noite. De acordo com a polícia Nemtsov foi atingido pelas costas com quatro tiros.

O presidente russo condenou o homicídio. Para Vladimir Putin trata-se de um “assassínio brutal com as marcas de uma morte encomendada” que tem os traços de uma “provocação”.

O político liberal de 55 anos foi um dos protegidos de Boris Yeltsin na década de noventa. Em março de 1997 chegou ao posto de primeiro-ministro adjunto com a pasta e a missão de reformar o setor energético. A carreira fulgurante de Nemtsov transformou-o num potencial sucessor de Boris Yeltsin. Mas a crise financeira de 1998 seria fatal para as suas aspirações. Quando Yelstin abandonou o poder nas mãos de Vladimir Putin, Nemtsov tornou-se numa das vozes mais críticas do Kremlin. No próximo domingo iria participar num protesto da oposição.