Última hora

Última hora

A guerra do parmesão

Pela primeira vez, desde que há registos, a produção de falso queijo parmesão superou a do legítimo, em 2014

Em leitura:

A guerra do parmesão

Tamanho do texto Aa Aa

Pela primeira vez, desde que há registos, a produção de falso queijo parmesão superou a do legítimo, em 2014, deixando os produtores italianos à beira de um ataque de nervos até porque, no ano passado, o preço pago aos que fabricam a versão com denominação de origem protegida, o “parmigiano reggiano”, caiu cerca de 20%.

Point of view

Os profissionais do sector falam de uma crise sem precedentes.

Os profissionais do sector falam de uma crise sem precedentes. Um produtor do verdadeiro parmesão afirma que os “60.000 milhões de perdas (nas vendas) vão implicar menos postos de trabalho, menos economia, menos qualidade e menos garantias sanitárias à mesa”.

A produção de falso parmesão, essencialmente nos Estados Unidos atingiu, em 2014, as 300.000 toneladas, mais 5.000 toneladas do que o original, produzido em Itália.

Os produtores italianos receberam, em média, 7,31 euros por quilo, contra os 9,12 euros por quilo, em 2013.

O forte terramoto de Aquila, em Janeiro de 2012, provocou estragos importantes nas fábricas e tem afectado a produção em Itália.