Última hora

Última hora

Grécia reembolsa, parcialmente, o FMI

Em leitura:

Grécia reembolsa, parcialmente, o FMI

Tamanho do texto Aa Aa

A Grécia pagou parcialmente ao FMI. Entregou 310 milhões de euros dos 1 600 milhões de euros que tem de reembolsar este mês ao organismo.

O governo de Alexis Tsipras reconhece que pode ter problemas de liquidez este mês. Por agora reitera os apelos para aumentar o limite das emissões de dívida a curto prazo.

Esta sexta-feira, Tsipras encontrou o governador do Banco da Grécia e ex-ministro das Finanças, Yannis Stournaras. Este tentou tranquilizar sobre a situação financeira dos bancos: “Os bancos estão adequadamente capitalizados e a liquidez está garantida. Por isso, não há nenhum problema de depósitos. É muito importante que a próxima reunião do Eurogrupo seja um êxito e estamos todos a trabalhar para isso”.

O encontro do Eurogrupo, na segunda-feira, vai analisar a lista alargada das reformas, enviada pelo governo Tsipras.

Os parceiros europeus exigem reformas para desbloquear uma fatia de ajuda de 1500 milhões de euros.

Nas últimas semanas, Atenas recorreu à tesouraria de entidades públicas e fundos de pensões. E para não asfixiar os bancos, esta semana, o BCE aumentou em 500 milhões de euros a linha de financiamento de emergência.