Última hora

Última hora

Brasil: Supremo Tribunal autoriza inquéritos a vários políticos

Em leitura:

Brasil: Supremo Tribunal autoriza inquéritos a vários políticos

Tamanho do texto Aa Aa

O Supremo Tribunal Federal brasileiro divulgou uma lista com os nomes de vários políticos, alegadamente envolvidos no escândalo de corrupção da Petrobras.

Na listagem figuram os presidentes da Câmara dos Deputados, Eduardo da Cunha e do Senado, Renan Calheiros.

O STF permitiu a abertura de inquéritos depois de o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ter entregado 28 pedidos de abertura de inquirições referentes a 54 pessoas.

Segundo o professor de direito, Merrit Fox, o escândalo da Petrobras “levanta questões sobre o ‘corporate governance’ no Brasil que o do ‘Mensalão’, não levantou.” O académico considera preocupante que devido ao que aconteceu na Petrobras “a população comece a preocupar-se com outras empresas que têm uma presença e um envolvimento governamentais significativos.”

De acordo com a imprensa brasileira o sistema de financiamento eleitoral da campanha da presidente Dilma Roussef, no escrutínio do ano passado, pode estar sob suspeita. Os depoimentos de dois acusados que entraram em acordo com a Justiça, em troca de uma possível redução de pena, o “doleiro” (cambista ilegal) Alberto Yousseff e o ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, indicam o alegado envolvimento do tesoureiro do PT, João Vaccari Neto.