Última hora

Última hora

Atentado no Mali mata 2 crianças e 1 capacete azul da ONU

O ataque não foi reivindicado mas ocorre após a Minusma, a missão da ONU, ter oferecido ajuda às autoridades malianas para encontrar os autores do atentado de Bamako

Em leitura:

Atentado no Mali mata 2 crianças e 1 capacete azul da ONU

Tamanho do texto Aa Aa

Duas crianças e um capacete azul da ONU morreram, este domingo, no Mali, resultado de uma série de tiros de morteiro e de obuses que visaram a base de Kidal da Minusma, a missão das Nações Unidas.

O soldado morto pertencia ao contingente chadiano, numericamente o mais importante em Kidal.

Segundo fonte da Minusma, alguns morteiros atingiram o acampamento da tribo árabe Kountas, a 3 km da base da ONU.

Rhissa Ag, um habitante do acampamento, explica: “Os morteiros começaram a cair enquanto dormíamos. O terceiro caiu muito próximo da casa. Dois membros da minha família morreram e a minha mulher e um dos nossos filhos ficaram feridos.”

Feridos ficaram igualmente oito soldados da ONU.

Contrariamente ao atentado de Bamako, que, na noite de sexta-feira para sábado, fez cinco mortos num restaurante da capital, este não foi reivindicado. Ele ocorre, contudo, após a Minusma ter oferecido ajuda às autoridades malianas para encontrar os autores do ataque de Bamako.