Última hora

Última hora

Nemtsov: Autoridades russas detêm quatro suspeitos

Anzor Gubashev e Zaur Dadáev são os dois principais suspeitos do assassinato de Boris Nemtsov. O irmão mais novo de Anzor e um quarto homem foram igualmente detidos

Em leitura:

Nemtsov: Autoridades russas detêm quatro suspeitos

Tamanho do texto Aa Aa

Os dois principais suspeitos do assassinato de Boris Nemtsov, Anzor Gubashev e Zaur Dadáev, foram, este domingo, presentes ao juiz, em Moscovo.

Isto, no mesmo dia em que as autoridades afirmam ter detidos duas outras pessoas, igualmente suspeitas de envolvimento na morte do opositor russo.

Os quatro homens, todos de nacionalidade chechena, foram detidos na vizinha república autónoma da Inguchétia. Entre os novos detidos, Shakhid Gubashev, irmão mais novo de Anzor.

“Eles vivem em Moscovo há 9 ou 10 anos, e agora fiquei a saber que foram detidos”, explica a mãe dos dois homens, Zulay Gubasheva, que acrescenta: “Fazer uma coisa destas, nunca pensei que fossem capazes…”

O quarto detido é, segundo as autoridades, o homem que acompanhava Dadáev no carro em que supostamente fugiram após o tiroteio.

Nemtsov foi assassinado no passado dia 27 de fevereiro, quando atravessava, com a namorada, uma ponte sobre o rio Moscovo, perto do Kremlin.

A morte do adversário de Vladimir Putin chocou os russos, particularmente os opositores ao presidente, que apontam o dedo ao Kremlin. As autoridades russas já negaram qualquer envolvimento no assassinato.