Última hora

Última hora

Madison: protestos pelo terceiro dia consecutivo

Dezenas de pessoas manifestaram-se pelo terceiro dia consecutivo nas ruas de Madison contra a atuação da polícia norte-americana. Em causa a morte de

Em leitura:

Madison: protestos pelo terceiro dia consecutivo

Tamanho do texto Aa Aa

Dezenas de pessoas manifestaram-se pelo terceiro dia consecutivo nas ruas de Madison contra a atuação da polícia norte-americana.

Em causa a morte de Tony Robinson Jr. um jovem afro-americano de 19 anos morto a tiro pelas forças da ordem na sexta-feira.

A vítima que terá perturbado o trânsito e agredido uma pessoa antes de ser abatida estava desarmada. Para a comunidade afro-americana trata-se de mais um caso de racismo policial.

O chefe de policia de Madison considera que o facto de jovem estar desarmado não facilita a investigação. Mike Koval acredita, no entanto, que o uso excessivo de força deve ter uma explicação e que é preciso perceber o porquê de tudo isto.

O jovem, ainda, foi transportado para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos. O caso está nas mãos do Departamento de Investigação Criminal.

O incidente ocorre na semana em que se assinalam os 50 anos daquele que ficou conhecido como o “domingo sangrento”

Milhares de pessoas atravessaram a ponte de Selma, no Alabama, para marcar o aniversário da marcha pelo direito de voto dos negros nos Estados Unidos reprimida em 1965. Um dia que deu um novo impulso ao movimento dos direitos civis encabeçado por Martin Luther King.