Última hora

Última hora

Russos cortam nas viagens e nas compras

Em leitura:

Russos cortam nas viagens e nas compras

Tamanho do texto Aa Aa

A recessão económica e a forte desvalorização do rublo arrefeceram o apetite dos russos pelas compras e as viagens ao estrangeiro.

Da Europa ao Médio Oriente, operadores turísticos, companhias aéreas e hotéis fazem as contas.

Na estância de esqui de Sölden, na Áustria, o número de turistas russos caiu 20%. Nos anos precedentes, a localidade acolhia meio milhão de russos.

Em Courchevel, em França, houve menos 20 a 30%.

Os russos que ainda viajam gastam menos.

A empresa Global Blue revela que, no ano passado, os gastos dos turistas russos caíram 17%. A tendência tem-se acelerado. Em janeiro, a queda foi de 51%.

As marcas de luxo preparam-se para um ano de 2015 difícil.

Algumas marcas presentes na Rússia mantiveram até agora os preços inalterados, apesar da desvalorização do rublo. Preferiram sacrificar as margens de lucro.

Outras estão já a subir os preços, correndo o risco de perder de clientes, mas há também empresas do setor do luxo que, sem sinais de melhoria à vista, estão a reduzir a produção e a colocar funcionários em desemprego temporário.