Última hora

Última hora

Presidente ucraniano confirma retirada de armas rebeldes

O presidente Petro Poroshenko confirmou que os rebeldes retiraram uma boa parte do armamento pesado da frente de batalha.

Em leitura:

Presidente ucraniano confirma retirada de armas rebeldes

Tamanho do texto Aa Aa

O processo de paz no leste da Ucrânia está a avançar. É o próprio presidente ucraniano Petro Poroshenko que confirma que os rebeldes armados pró-russos retiraram já uma grande parte da artilharia pesada.

Poroshenko diz que o exército ucraniano está também a cumprir a parte do acordo que lhe toca, com a retirada da grande maioria da artilharia pesada da frente de batalha.

No entanto, ambos os lados continuam a denunciar violações aos acordos de Minsk.

Os comandantes rebeldes acusam as tropas ucranianas de continuarem os bombardeamentos. Um deles diz até, com alguma ironia, que isso é porque ainda têm munições para gastar.

As acusações vêm também do lado do governo da Ucrânia. Poroshenko confirmou que 64 soldados ucranianos foram mortos desde que o cessar-fogo entrou em vigor, no dia 15 de fevereiro.

Poroshenko acusa também os rebeldes de aproveitarem a trégua para reagrupar as tropas e preparar novos ataques.