Última hora

Última hora

A proteção do Património da Humanidade

“Quem é responsável pela proteção dos sítios classificados Património da Humanidade? Em caso de conflito, o que pode a comunidade internacional

Em leitura:

A proteção do Património da Humanidade

Tamanho do texto Aa Aa

“Quem é responsável pela proteção dos sítios classificados Património da Humanidade? Em caso de conflito, o que pode a comunidade internacional fazer?”.

Point of view

A convenção do Património Mundial diz que os sítios classificados pertencem a toda a Humanidade, por isso todos têm que intervir.

A questão foi colocada por Raja, de Bruxelas.

Mechtild Rossler, da Divisão do Património da Unesco esclarece:

“A principal responsabilidade sobre um sítio classificado como Património da Humanidade pertence ao Estado, o qual ratificou a convenção. O problema surge quando os sítios estão situados em zonas de conflito, em que o Estado possa perder o controlo do território. A comunidade internacional deve assumir nessas circunstâncias. Basta lembrar o que aconteceu no princípio dos anos 90, em Dubrovnik. A Unesco interveio imediatamente. Os seus arquitetos salvaram os telhados e Dubrovnik continua a ser ainda hoje uma jóia da Croácia.

Voltando aos conflitos atuais no Iraque e Síria. Como sabe, a Unesco não tem tropas e quando algo acontece não pode ir para o terreno. A convenção do Património Mundial diz que esses sítios pertencem a toda a Humanidade, por isso todos têm que intervir. Contamos com as populações locais e muitas vezes são elas que protegem também os sítios arqueológicos. Contamos com as autoridades e também contamos com os países vizinhos. Tentamos proteger objetos provenientes de sítios arqueológicos que foram saqueados, ou que vieram de museus e foram traficados para outras regiões.

Tentamos prevenir este tráfico através da convenção de 1970 e trabalhamos em conjunto com a Interpol. Neste momento trabalhamos com um sistema de instrumentos legais internacionais, mas claro que a situação no terreno é dramática”.

Para deixar uma questão para o Utalk, basta clicar aqui: