Japão apresenta Halihodzic a pensar no Mundial de 2018

Access to the comments Comentários
De  Francisco Marques  com LUSA, REUTERS
Japão apresenta Halihodzic a pensar no Mundial de 2018

<p>Vahid Halihodzic chegou esta sexta-feira, 13, a Tóquio e foi apresentado de forma oficial como novo selecionador de futebol do Japão.</p> <p>O treinador bósnio, de 62 anos, que já passou pelo Paris Saint-Germain, vai suceder ao mexicano Javier Aguirre, afastado da equipa nipónica no mês passado devido às suspeitas de corrupção de que foi alvo. </p> <blockquote class="twitter-tweet" lang="pt"><p>Aguirre contract ended by Japan Football Association <a href="http://t.co/y9iJx9Xx4z">http://t.co/y9iJx9Xx4z</a> <a href="https://twitter.com/hashtag/matchfixing?src=hash">#matchfixing</a> <a href="http://t.co/PkRKOrwpnY">pic.twitter.com/PkRKOrwpnY</a></p>— Sport Resolutions (@SportRes_UK) <a href="https://twitter.com/SportRes_UK/status/563003855877971968">4 fevereiro 2015</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>“Queremos evitar o risco de que este caso afete a nossa qualificação para o próximo Mundial. Decidimos, por isso, rescindir com o treinador Aguirre”, justificou, na altura, o presidente da federação nipónica, Kuniya Daini.</p> <p>Halihodzic, por seu turno, assume o cargo com vontade de romper com o passado recente. “Penso que esta equipa perdeu dinâmica desde o Mundial do Brasil e continua em queda. Há alguns treinadores que dizem querer jogar como o Barcelona, outros como o Brasil. Nós vamos jogar como o Japão joga. Vamos encontrar a nossa própria identidade”, prometeu o bósnio.</p> <blockquote class="twitter-tweet" lang="pt"><p>[WSJ Japan RealTime] Halilhodzic Introduced as Samurai Blue Coach: Japan Football Association introduced Vahid… <a href="http://t.co/6uEEr0T13s">http://t.co/6uEEr0T13s</a></p>— 明潭動漫新聞要塞 (@SMLNewsCaptor) <a href="https://twitter.com/SMLNewsCaptor/status/576361862733770752">13 março 2015</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>O treinador teve uma passagem brilhante pelo Mundial do Brasil, apurando pela primeira vez a Argélia para a segunda fase. Nos oitavos-de-final, a equipa dos “portugueses” Slimani e Brahimi vendeu a cara a derrota (1-2, no prolongamento) à, entretanto, campeã do Mundo, a Alemanha.</p> <p>Após o Mundial, Halihodzic assumiu a equipa do Trabzonspor, da Turquia, onde orientou o internacional português José Bosingwa e o ex-benfiquista Oscar Cardozo. Com um pesado ordenado de 1,6 milhões de euros anuais e fracos resultados desportivos, o bósnio apenas aguentou quatro meses no clube turco.</p> <blockquote class="twitter-tweet" lang="pt"><p>Trabzonspor'un hakkını kimse yiyemez. Vahid Halihodzic hesabını sorar ! Allah'ına kurban hocam ! <a href="http://t.co/Dpo7C31Gt1">pic.twitter.com/Dpo7C31Gt1</a></p>— <span class="caps">TRABZONSPOR</span> SK (@Trabzonspor_SK) <a href="https://twitter.com/Trabzonspor_SK/status/511229315657506817">14 setembro 2014</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>A disponibilidade imediata, sem necessidade de uma transferência, terá pesado na opção do Japão, que também teria em ponderação os nomes do dinamarquês Michael Laudrup (atualmente no Lekhwiya, do Qatar) e do brasileiro Oswaldo de Oliveira (Palmeiras).</p> <p>Halihodzic assinou com a federação nipónica até final do Mundial de 2018, a disputar na Rússia, e vai auferir cerca de 2 milhões de euros por ano.</p>