Última hora

Última hora

"Devastação total" em Vanuatu

Em leitura:

"Devastação total" em Vanuatu

"Devastação total" em Vanuatu
Tamanho do texto Aa Aa

É ainda difícil avaliar as consequências do ciclone que se abateu na noite de sexta-feira sobre o arquipélago da República de Vanuatu, no sudoeste do oceano Pacífico.

Há muitas pessoas que simplesmente não tinham nenhum abrigo capaz de as proteger desta tempestade, estamos muito preocupados com o que lhes pode ter acontecido.

Alice Clements, porta-voz da UNICEF em Vanuatu, falou à euronews de um cenário de devastação na capital de Vanuatu, Port Vila:

“Saímos esta manhã para perceber como estavam as ruas e deparámos com um cenário de quase completa destruição. Edifícios sem telhado, paredes em ruína ou inteiramente destruídas, linhas de energia por terra, as estradas cobertas de ramos e troncos de árvores e de detritos. Tivemos de caminhar, porque de carro não se pode ir a lado nenhum, a cada 50 metros encontramos um poste elétrico ou uma árvore caídos.
Isto é claro que torna difícil avaliar o impacto e a dimensão desta tempestade em qualquer lugar fora da capital.
Eu tenho esta situação de luxo de estar num hotel de construção sólida e acabei por me enfiar debaixo do lavatório na casa-de-banho, com a porta arrancada, de noite. E há muitas pessoas que simplesmente não tinham nenhum abrigo capaz de as proteger desta tempestade, estamos muito preocupados com o que lhes pode ter acontecido.”