Última hora

Última hora

Holcim exige novas condições para se unir à Lafarge

Em leitura:

Holcim exige novas condições para se unir à Lafarge

Tamanho do texto Aa Aa

A cimenteira suíça Holcim suspende o processo de fusão com a francesa Lafarge, exigindo a renegociação do preço para a troca de ações e maior peso na administração do futuro grupo.

A Holcim justifica a sua posição com a recente valorização do franco suíço e as perspetivas de resultados mais favoráveis à empresa helvética.

A fusão, anunciada em abril do ano passado, iria criar um gigante mundial de cimento, com um volume de negócios conjunto de 30 mil milhões de euros. Em fevereiro, Holcim e Lafarge anunciaram a venda de 6,5 mil milhões de euros de ativos e, no final de dezembro, a Comissão Europeia deu luz verde à fusão.

Em resposta às exigências da Holcim, a Lafarge diz estar pronta a discutir mas não aceita alterações ao projeto inicial, no qual garante 47% do capital e sete assentos no conselho de administração do futuro grupo.

Com as novas reivindicações, a Holcim poderia subir de 53 para 57% a sua parte no capital.