Última hora

Última hora

E do dia se fez noite: Eclipse total do sol anunciou a Primavera

Sol, Lua e Terra alinhados na perfeição nesta sexta-feira de equinócio da Primavera.

Em leitura:

E do dia se fez noite: Eclipse total do sol anunciou a Primavera

Tamanho do texto Aa Aa

Sol, Lua e Terra alinhados na perfeição nesta sexta-feira de equinócio da Primavera.

Point of view

Em Portugal, o eclipse foi parcial, tal como na maior parte do resto da Europa.

O eclipse do Sol foi total numa faixa com cerca de 450 km de largura ao longo de mais de 5000 km, no Atlântico Norte. Começou a Sul da Gronelândia, passou entre a Islândia e o Reino Unido, deixando na escuridão as dinamarquesas ilhas Faroé e continuou a avançar até desaparecer, no Pólo Norte, depois de também ter trazido a noite em pleno dia ao arquipélago Svalbard, na Noruega.

Houve quem visse o eclipse a partir da cabine de um avião, nos céus da Rússia. Em Portugal, o eclipse foi parcial, tal como na maior parte do resto da Europa. O fenómeno natural foi ainda visível no Norte de África, no Médio Oriente e na Ásia.

O eclipse coincidiu com o perigeu lunar – o momento em que a órbita da Lua passa pelo ponto mais próximo da terra – o que permite ao satélite do nosso planeta tapar completamente o Sol, poucas horas antes de se assinalar o início da Primavera, neste dia 20 de Março.

Na Alemanha, os muitos que se juntaram em Berlim afirmaram estar, “provavelmente, a viver uma experiência única na vida”. O próximo eclipse total “será em 2081” e só os mais novos deverão ter a possibilidade de o viver.

No Egipto, recordou-se a importância de Rá, o deus do Sol da Antiguidade, que foi uma das principais divindades desta civilização das margens do Rio Nilo.

Alaa Ibrahim, professor de astrofísica da Universidade Americana do Cairo, recorda que “o Sol foi um deus da cultura ancestral do Egipto” e que, ainda hoje, é “possível observar o alinhamento do nascer e do pôr-do-sol com os templos”.

A Agência Espacial Europeia (ESA) também divulgou imagens do eclipse visto a partir do minissatélite Proba-2.