Última hora

Última hora

Ministro italiano das Infraestruturas apresenta demissão na sequência de alegado envolvimento em caso de corrupção

Em leitura:

Ministro italiano das Infraestruturas apresenta demissão na sequência de alegado envolvimento em caso de corrupção

Ministro italiano das Infraestruturas apresenta demissão na sequência de alegado envolvimento em caso de corrupção
Tamanho do texto Aa Aa

O ministro italiano dos Transportes e das Infraestruturas apresentou formalmente a demissão. Esta sexta-feira, perante o Parlamento, Maurizio Lupi verbalizou a decisão tornada conhecida na véspera, depois de se ver envolvido num alegado escândalo de corrupção relacionado com obras públicas.

Lupi justificou-se dizendo ter “responsabilidade politica” e afirmando-se um “defensor da família”: “Quando me tornei ministro não me ‘demiti’ como pai nem como marido e não pretendo fazê-lo hoje. Para mim a família está em primeiro lugar, até à frente de uma função de prestígio.”

A cadeia de acontecimentos precipitou-se na sequência da detenção prévia de quatro pessoas implicadas no caso de corrupção. Entre elas está Ercole Incalza, um antigo assessor externo do Ministério dos Transportes e das Infraestruturas, com boas ligações a empresas do setor, e Stefano Perotti, um adjudicatário de importantes obras estatais.

O filho do agora ex-ministro recebeu um relógio Rolex e um posto de trabalho das mãos de Perotti, amigo íntimo de Maurizio Lupi. A polémica subiu de tom com a divulgação do conteúdo de várias escutas telefónicas. Maurizio Lupi não está a ser investigado nem foi imputado no caso de corrupção.