Última hora

Última hora

O brilho crescente do mercado dos diamantes

Em leitura:

O brilho crescente do mercado dos diamantes

Tamanho do texto Aa Aa

Os diamantes atraem cada vez mais e o mercado brilha.

Segundo os dados do grupo De Beers, a procura mundial subiu quase três por cento no ano passado, apesar das fragilidades da economia mundial. Atingiu um valor recorde equivalente a 75,5 mil milhões de euros.

Os Estados Unidos são o mercado mais dinâmico, com uma subida da procura superior a 7%, representam já 46% vendas mundiais. Estas superam 37 mil milhões de dólares.

A China é o segundo mercado, com uma quota de 12%. Surge depois o Japão com 7%, Índia e os países do Golfo com 5%.

O resto do Mundo representa 25% das vendas.

No caso da China, o ritmo de crescimento das vendas desacelerou, tal como a economia. E por causa da desvalorização das divisas face ao dólar, as vendas estagnaram na Índia e caíram no Japão.

Mas o relatório do grupo De Beers revela que todos os principais mercados de diamantes estão otimistas em relação a 2015.

A cada ano que passa, os consumidores gastam cada vez mais. Mas no ano passado, o ritmo de crescimento foi o mais baixo desde 2009.