Última hora

Última hora

Papa almoça com transexuais e portadores de SIDA em Nápoles

O Papa Francisco visitou este sábado uma prisão de Nápoles onde almoçou com cerca de 120 detidos, incluindo transexuais e portadores de

Em leitura:

Papa almoça com transexuais e portadores de SIDA em Nápoles

Tamanho do texto Aa Aa

O Papa Francisco visitou este sábado uma prisão de Nápoles onde almoçou com cerca de 120 detidos, incluindo transexuais e portadores de SIDA selecionados como representantes das respetivas comunidades na prisão napolitana.

Antes da visita à prisão, Francisco conduziu uma missa no centro da cidade, testemunhada por milhares de fiéis. O Sumo Pontíficie apelou aos membros da Camorra, a conhecida máfia napolitana, para virarem costas à violência e assim acabarem com as lágrimas das mães de Nápoles.

“Aos criminosos e aos seus cúmplices, eu, hoje, de forma humilde e como um irmão, repito: convertam-se ao amor e à justiça. É possível regressar à honestidade. As lágrimas das mães de Nápoles estão a pedir-vos isto”, proferiu.

O Papa Francisco pediu ainda aos napolitanos para que não deixem os criminosos roubarem-lhes a esperança e para que reajam “com firmeza contra organizações que exploram e corrompem os jovens, que exploram os pobres e os fracos através do cínico tráfico de drogas e outros crimes.”

Isto tudo num dia em que o líder da igreja católica percorreu ainda alguns dos bairros mais perigosos de Nápoles como o Scampia, um bastião dos gangues que trabalham para a Camorra.