Última hora

Última hora

Senegal: Karim Wade condenado a seis anos de prisão efetiva

Karim Wade, antigo ministro senegalês, foi condenado a seis anos de prisão efetiva e a uma multa de cerca de 210 milhões de euros por “enriquecimento

Em leitura:

Senegal: Karim Wade condenado a seis anos de prisão efetiva

Tamanho do texto Aa Aa

Karim Wade, antigo ministro senegalês, foi condenado a seis anos de prisão efetiva e a uma multa de cerca de 210 milhões de euros por “enriquecimento ilícito”. A acusação de corrupção, contra o filho do antigo presidente, Abdoulaye Wade, não ficou provada.

Wade, de 46 anos, tinha sido designado, no passado sábado, candidato às próximas presidenciais pelo Partido Democrático Senegalês:

“Eles querem matar Abdoulaye Wade e ele não merece. Ele fez tudo por este país e olhe o que estão a fazer com o filho dele. O veredicto está errado”, afirma um dos seus apoiantes, que acusam o atual Presidente senegalês de querer impedi-lo de se apresentar às presidenciais, previstas para 2017.

Em prisão preventiva desde abril de 2013, Wade começou a ser julgado em julho de 2014. Era acusado de compra, ilegal, de empresas e imóveis enquanto esteve no governo, durante a presidência do pai, de 2000 e 2012.