Última hora

Última hora

Tsipras e Merkel: Uma aproximação nem sempre evidente

Alexis Tsipras está em Berlim para conversar com Merkel e mostrar que há boas relações entre a Grécia e a Alemanha. O primeiro-ministro grego aposta no combate à corrupção e à fraude fiscal.

Em leitura:

Tsipras e Merkel: Uma aproximação nem sempre evidente

Tamanho do texto Aa Aa

A Grécia e a Alemanha conseguem trabalhar em conjunto. Conseguem, pelo menos, sentar-se à mesa para conversar sobre o futuro das relações entre os dois países. É o que se conclui da visita do primeiro-ministro grego Alexis Tsipras a Berlim e ao encontro com a chanceler Angela Merkel.

Mesmo se há divergências que persistem, os dois líderes quiseram mostrar que há diálogo entre os dois países. Tsipras quer provar que as reformas que o novo governo grego está a fazer vão dar resultados e aposta no combate à corrupção e à fraude fiscal.

Merkel exige provas de reformas políticas, para que os empréstimos continuem. Não quis revelar se a próxima fatia do empréstimo à Grécia vai ser paga.

A questão da reparação pelos danos da II Guerra Mundial é ainda uma pedra no sapato. Tsipras insiste que a Grécia e a Alemanha vão ter de chegar a acordo sobre esse tema.