Última hora

Última hora

China: Atividade industrial em contração

Em leitura:

China: Atividade industrial em contração

Tamanho do texto Aa Aa

A atividade industrial na China contraiu, em março, para mínimos de 11 meses. De acordo com o Índice Gerente de Compras (PMI), a queda é justificada pela quebra nas encomendas.

O PMI preliminar da indústria caiu para 49,2, em março, abaixo da marca de 50, que separa o crescimento da contração.

Os dados colocam em risco a meta do Governo de 7% de crescimento para 2015.

“Estamos a concentrar-nos no facto de o governo se ter comprometido a reformar e a reequilibrar a economia de consumo, a partir de um modelo orientado para o investimento”, afirma a analista do Fidelity Worldwide Investment, Medha Samant.

Os últimos dados fizeram soar o alarme no Banco Central da China. A instituição não descarta mais medidas de estímulo à economia.

As empresas enfrentam os desafios de uma diminuição da procura interna e o risco de deflação.

As tensões no mercado de trabalho continuam a subir, com a taxa de novos contratos a diminuir pelo 17° mês consecutivo.