Última hora

Última hora

Kiev poderá deixar de comprar gás russo no início de abril

Na contagem decrescente para conversações tripartidas com a União Europeia, no próximo mês, em Berlim, o ministro ucraniano da Energia e do Carvão

Em leitura:

Kiev poderá deixar de comprar gás russo no início de abril

Tamanho do texto Aa Aa

Na contagem decrescente para conversações tripartidas com a União Europeia, no próximo mês, em Berlim, o ministro ucraniano da Energia e do Carvão, Volodymyr Demchyshyn, anunciou que no dia 1 de abril Kiev poderá interromper temporariamente as aquisições de gás russo.

A Ucrânia acredita que poderá conseguir melhores preços ao comprar gás à Europa.

“Como se percebe, não temos qualquer necessidade de comprar gás russo. Não existe justificação para comprar gás a um preço mais alto do que podemos comprar da Europa. Julgo que vamos simplesmente parar de comprar”, disse o ministro ucraniano da Energia e do Carvão, Volodymyr Demchyshyn, em conferência de imprensa.

Kiev disfruta, desde outubro do ano passado, de tarifas preferenciais, que caducam em abril. Mais do que uma ameaça real, as declarações do ministro podem também interpretar-se como uma manobra do executivo ucraniano para que Moscovo não aumente o preço da fatura do gás.