Última hora

Última hora

Recuperada caixa negra do Airbus A320 da Germanwings que caiu em França

Em leitura:

Recuperada caixa negra do Airbus A320 da Germanwings que caiu em França

Tamanho do texto Aa Aa

Foi encontrada uma das caixas negras do Airbus A320, da Germanwings, que se despenhou, esta manhã, nos Alpes franceses, entre Barcelonnette e Digne-les-Bains, cerca de 100 quilómetros a norte de Nice. Segundo o Presidente Francês, dadas as características do acidente, não há sobreviventes.

A bordo do avião da companhia “low-cost” do grupo Lufthansa, que fazia a ligação entre Barcelona e Düsseldorf, seguiam 150 pessoas, uma informação avançada, esta tarde, em conferência de imprensa, pelo representante da companhia aérea alemã. Dos 150 ocupantes da aeronave 144 eram passageiros, 6 faziam parte da tripulação. Entre os passageiros estão cidadãos espanhóis, turcos e alemães, estes últimos regressariam de férias passadas em Barcelona e Palma de Maiorca. Entre eles, e segundo a Ministra da Educação da Renânia do Norte-Vestefália, na Alemanha, estavam dezasseis estudantes e dois professores.

O voo 4U 9525, da companhia de baixo custo germânica, terá perdido altitude, e também o contacto com a torre de controlo e, em poucos minutos, caiu. O secretário de Estado dos Transportes francês chegou a dizer que teria havido “um pedido de ajuda registado às 10h47” da manhã, as autoridades francesas de aviação civil, citadas pela agência AFP, desmentem esta informação e garantem que a tripulação não enviou qualquer sinal de socorro.

As equipas de resgate e salvamento estão já na zona onde se deu o acidente. Uma região, naturalmente, montanhosa, e de difícil acesso, principalmente a viaturas. Espera-se, por isso, que a operação se prolongue vários dias. Esta terça-feira, vários helicópteros sobrevoaram a área tendo identificado destroços do aparelho.

As causas deste acidente estão ainda por determinar mas não faltam entidades governamentais, francesas, alemãs e espanholas, empenhadas em descobri-las.