Última hora

Última hora

Cidade alemã chora morte de estudantes e professores em queda de avião

A cidade alemã de Haltern am See, de onde partiram 16 alunos e duas professores que morreram na queda do Airbus A320 da Germanwings, está a “viver o

Em leitura:

Cidade alemã chora morte de estudantes e professores em queda de avião

Tamanho do texto Aa Aa

A cidade alemã de Haltern am See, de onde partiram 16 alunos e duas professores que morreram na queda do Airbus A320 da Germanwings, está a “viver o pior momento da história.” As palavras do presidente da Câmara, Bodo Klimpel, ilustram bem o clima que se abateu e que é visível às portas da escola Joseph-König-Gymnasium, que o grupo frequentava. Foi aqui que se juntaram unidades de apoio às pessoas mais próximas das vítimas.

“As pessoas perguntam, naturalmente, como é que uma coisa destas pode acontecer? É algo que não conseguimos imaginar. Ouvimos notícias deste tipo todos os dias, aqui e acolá, mas agora são as pessoas desta cidade as atingidas. Não sabem como gerir a situação, mas sentem que a vida nunca mais será a mesma a partir de agora”, diz Thomas Jarck, um voluntário que acorreu ao local para prestar apoio.

Neste momento, o silêncio assume-se como a melhor arma de defesa.

Olaf Bruns, Euronews: “A cidade inteira está em choque. As pessoas tentam encontrar palavras e ninguém quer aparecer a falar para a câmara. Será preciso muito tempo para digerir esta tragédia.”