Última hora

Última hora

Um dos pilotos da Germanwings estava fora do "cockpit" antes do acidente

Um novo facto relacionado com a queda do avião da Germanwings nos Alpes franceses pode ajudar ao avanço do processo de averiguações. Uma fonte ligada

Em leitura:

Um dos pilotos da Germanwings estava fora do "cockpit" antes do acidente

Tamanho do texto Aa Aa

Um novo facto relacionado com a queda do avião da Germanwings nos Alpes franceses pode ajudar ao avanço do processo de averiguações.

Uma fonte ligada à investigação do acidente revelou ao jornal “The New York Times” que, segundo uma gravação da caixa negra, os dois pilotos tiveram uma conversa “muito educada, muito calma” na primeira parte do voo entre Barcelona e Dusseldorf.

Depois, a gravação deixa entender que um dos pilotos saiu do “cockpit” e não voltou a entrar, mesmo apesar da insistência. Bateu uma primeira vez à porta, sem sucesso. A mesma fonte, citada pelo “The New York Times”, acrescenta que se seguiram batidas mais fortes e que na gravação se ouve um som claro da “tentativa de arrombar a porta.”

Não se percebe por que razão o piloto saiu do “cockpit” ou porque é que o outro piloto não lhe abriu a porta. A única certeza é que no final do voo os dois homens estavam separados, um no “cockpit” e o outro no exterior.

O conteúdo agora divulgado deixa um sem fim de interrogações no ar e adensa o mistério, numa altura em que os primeiros corpos ou restos mortais da vítimas começaram a ser retirados de helicóptero.