Última hora

Última hora

Iémen: Quarenta e cinco mortos em dois dias de ataques

Ataques aéreos no Iémen intensificaram-se nas últimas horas numa altura em que o Egito e Arábia Saudita consideram a possibilidade de uma

Em leitura:

Iémen: Quarenta e cinco mortos em dois dias de ataques

Tamanho do texto Aa Aa

Ataques aéreos no Iémen intensificaram-se nas últimas horas numa altura em que o Egito e Arábia Saudita consideram a possibilidade de uma intervenção no terreno.

Neste segundo dia de bombardeamentos sobre Sanaa, o alvo foi o aeroporto.

A coligação árabe sunita trabalha a pedido do presidente Abed Rabbo Mansour Hadi que espera assim poder recuperar o controlo do país das mãos dos rebeldes houti xiitas.

O líder do Hezbolah, Hassan Nasrallah, lançou um apelo ao fim dos ataques.

“Fazemos um apelo para o fim imediato dessa agressão. Apelamos a uma restauração de negociações para encontrar uma solução política no Iémen, e isso é possível.”

Em caso de intervenção terrestre, um ponto de entrada provável para as tropas da coligação seria o porto do sul de Aden segundo fontes oficiais militares egípcias.

Nos ataques desta sexta-feira foram mortos pelo menos 24 civis elevando o número para 45 em dois dias de bombardeamentos.