Última hora

Última hora

Germanwings: "Abre a maldita porta!", gritou o comandante

“Abre a maldita porta”: a frase, na portada da edição de domingo do jornal Bild, terá sido proferida pelo comandante do A320 da Germanwings, trancado

Em leitura:

Germanwings: "Abre a maldita porta!", gritou o comandante

Tamanho do texto Aa Aa

“Abre a maldita porta”: a frase, na portada da edição de domingo do jornal Bild, terá sido proferida pelo comandante do A320 da Germanwings, trancado no exterior do cockpit pelo copiloto que despenhou o avião nos Alpes franceses.

Nas gravações da caixa negra já recuperada ouvem-se, segundo o jornal alemão, as tentativas desperadas do comandante para chamar Andreas Lubitz à razão, bem como os gritos dos passageiros.


O Welt am Sonntag, outra publicação germânica, diz que as buscas na casa do copiloto permitiram encontrar vários medicamentos e que, segundo um investigador, Lubitz “foi tratado por vários neurologistas e psiquiatras”.

O Bild, que anunciou que foram encontrados restos do copiloto durante as operações no local da tragédia, indicou ainda na edição deste domingo que Lubitz sofria de um problema de desprendimento de retina, que lhe ameaçava a carreira.