Última hora

Última hora

Nigéria: Falhas eletrónicas obrigam a prolongamento de eleições

Os nigerianos votam pelo segundo dia consecutivo para elegerem o futuro presidente e tambéem os parlamentares da assembleia nacional. O escrutínio

Em leitura:

Nigéria: Falhas eletrónicas obrigam a prolongamento de eleições

Tamanho do texto Aa Aa

Os nigerianos votam pelo segundo dia consecutivo para elegerem o futuro presidente e tambéem os parlamentares da assembleia nacional.

O escrutínio foi prolongado devido a falhas no novo sistema de votação eletrónica, o que levou ao adiamento das operações em cerca de 300 circunscrições.

Antes da abertura das urnas uma série de ataques no norte do país causou pelo menos 41 mortos e dezenas de feridos, violência atribuída a militantes do grupo extremista islâmico Boko Haram.

Estas eleições já haviam sido adiadas em fevereiro para permitir ao Exército recuperar os territórios capturados pelo grupo extremista.

Três bombas foram colocadas num carro estacionado à entrada de uma escola primária em Enugu,usada como assembleia de voto.

Uma das bombas explodiu antes do início da votação, enquanto as outras duas foram detonadas.