Última hora

Última hora

Avião "solar impulse" face às primeiras nuvens negras na China

O avião mais ecológico do mundo encontra as primeiras nuvens negras, na China, na quinta escala da sua volta ao mundo. O “solar impulse 2” aterrou

Em leitura:

Avião "solar impulse" face às primeiras nuvens negras na China

Tamanho do texto Aa Aa

O avião mais ecológico do mundo encontra as primeiras nuvens negras, na China, na quinta escala da sua volta ao mundo.

O “solar impulse 2” aterrou esta noite na cidade de Chongqing, ao final de uma viagem de 22 horas e mais de 1300 km, iniciada em Mandalay, no Myanmar.

Mas o mau tempo obrigou o aparelho, movido apenas a energia solar, a adiar a partida para Nanjing, a segunda e última escala em território chinês, antes do aparelho dirigir-se para território norte-americano.

Na próxima etapa, o piloto suiço Bertrand Piccard, vai passar os comandos a André Borschberg, o segundo homem do périplo aéreo de mais de 35 mil quilómetros em cinco meses.

Equipado com 17 mil placas solares, o “solar impulse” descolou no início de março de Abu Dabi para uma volta ao mundo destinada antes de mais a promover as energias renováveis.

Uma mensagem importante na China, o país que detém o recorde mundial de emissão de gases poluentes.