Última hora

Última hora

Nuclear iraniano: regresso de Lavrov será boa notícia?

O regresso de Sergei Lavrov a Lausanne é visto como um sinal positivo para as negociações sobre o nuclear iraniano. Ao mesmo tempo, foi anunciada a

Em leitura:

Nuclear iraniano: regresso de Lavrov será boa notícia?

Tamanho do texto Aa Aa

O regresso de Sergei Lavrov a Lausanne é visto como um sinal positivo para as negociações sobre o nuclear iraniano. Ao mesmo tempo, foi anunciada a continuação das conversações até esta quarta-feira.

O chefe da diplomacia russa tinha prometido regressar à cidade suíça se existissem “hipóteses realistas” de um acordo entre Teerão e as grandes potências.

Ainda em Moscovo, Lavrov frisou que “as hipóteses [de sucesso] são bastante boas. Ainda não são de 100 por cento, mas as hipóteses são viáveis”.

O objetivo é permitir a Teerão o uso da energia nuclear mas impedi-lo de aceder à bomba atómica em troca do levantamento das sanções económicas e diplomáticas atualmente em vigor.

Mas as negociações bloqueiam em dois pontos: a duração do acordo, já que o Irão quer comprometer-se no máximo por 10 anos, e a forma de levantar as sanções, progressiva para as grandes potências, imediata para Teerão.

A correspondente da euronews, Reihaneh Mazaheri, frisa que “o regresso do ministro russo dos Negócios Estrangeiros coincide com rumores de ‘um entendimento político comum’, que pode servir de base para continuar as negociações até ao fim de junho. Mas parece ainda haver desacordo sobre o local para dar a conhecer os resultados finais: para o Irão seria a sede europeia das Nações Unidas em Genebra, e não Lausanne”.