This content is not available in your region

Turquia: Procurador morre na sequência de ferimentos

Access to the comments Comentários
De  Fernando Peneda  com Lusa
Turquia: Procurador morre na sequência de ferimentos

<p>Na Turquia o procurador sequestrado terça-feira no Palácio da Justiça de Istambul por dois homens armados morreu na sequência de ferimentos graves.</p> <p>Mehmet Selim Kiraz, feito refém durante cerca de sete horas no sexto piso do edifício, foi resgatado pela polícia e transferido para o hospital com ferimentos provocados por balas.</p> <p>“Fizemos tudo o que pudemos e enviámo-lo para a cirurgia. Apesar de todas as tentativas para o salvar, caiu como um mártir”, disse a professora Cavlan Ciftci, do hospital Florence Nightingale.</p> <p>No decurso do resgate do refém ouviram-se disparos no interior do palácio da justiça.</p> <p>Os sequestradores morreram durante a operação. Pertenciam ao grupo de extrema-esquerda Frente Revolucionária da Libertação Popular e exigiam à polícia que divulgasse os nomes dos agentes que provocaram a morte de Berkin Elvan, um jovem de 14 anos, durante uma manifestação em 2013.</p> <p>“Neste drama que acabou com derramamento de sangue, os sequestradores foram mortos. Mas, há dúvidas que subsistem. Como é que eles levaram as armas para o interior do Palácio da Justiça? A polícia podia resolver o problema através de negociações?”, Sublinhou Bora Bayraktar, da Euronews, em Istambul.</p>