Última hora

Última hora

Turquia: Procurador morre na sequência de ferimentos

Na Turquia o procurador sequestrado terça-feira no Palácio da Justiça de Istambul por dois homens armados morreu na sequência de ferimentos graves

Em leitura:

Turquia: Procurador morre na sequência de ferimentos

Tamanho do texto Aa Aa

Na Turquia o procurador sequestrado terça-feira no Palácio da Justiça de Istambul por dois homens armados morreu na sequência de ferimentos graves.

Mehmet Selim Kiraz, feito refém durante cerca de sete horas no sexto piso do edifício, foi resgatado pela polícia e transferido para o hospital com ferimentos provocados por balas.

“Fizemos tudo o que pudemos e enviámo-lo para a cirurgia. Apesar de todas as tentativas para o salvar, caiu como um mártir”, disse a professora Cavlan Ciftci, do hospital Florence Nightingale.

No decurso do resgate do refém ouviram-se disparos no interior do palácio da justiça.

Os sequestradores morreram durante a operação. Pertenciam ao grupo de extrema-esquerda Frente Revolucionária da Libertação Popular e exigiam à polícia que divulgasse os nomes dos agentes que provocaram a morte de Berkin Elvan, um jovem de 14 anos, durante uma manifestação em 2013.

“Neste drama que acabou com derramamento de sangue, os sequestradores foram mortos. Mas, há dúvidas que subsistem. Como é que eles levaram as armas para o interior do Palácio da Justiça? A polícia podia resolver o problema através de negociações?”, Sublinhou Bora Bayraktar, da Euronews, em Istambul.