Última hora

Última hora

Reino Unido: Campanha eleitoral aquece com grande debate televisivo

David Cameron enfrentará os outros seis candidatos ao número 10 da Downing Street

Em leitura:

Reino Unido: Campanha eleitoral aquece com grande debate televisivo

Tamanho do texto Aa Aa

A campanha eleitoral britânica começa, esta noite, a aquecer. No primeiro verdadeiro debate televisivo, o primeiro-ministro conservador, David Cameron, enfrentará os seus seis adversários na corrida pelo número 10 da Downing Street.

A 26 de março, tanto o primeiro-ministro como o seu principal adversário, o líder dos trabalhistas, Ed Milliband, puderam exprimir as suas opiniões na televisão mas, na realidade, não estavam face à face.

Desta vez, num debate a sete, candidatos de partidos mais pequenos, como Nick Clegg, dos liberais-democratas – atualmente, na coligação governamental – vão poder exprimir os seus pontos de vista.

E tentar convencer os eleitores que, para já, não atribuem a vitória a ninguém.

Conservadores, creditados com 276 assentos parlamentares nas últimas sondagens, e trabalhistas, com 270, estão muito próximos um do outro mas longe dos 326 assentos necessários para uma maioria absoluta no parlamento.

Com apenas 4 assentos parlamentares, quem está ainda mais longe da maioria absoluta é o líder do UKIP, o partido xenófobo e eurocético de Nigel Farage, que milita contra a Europa e os imigrantes.

Mas quem pode fazer toda a diferença é Nicola Sturgeon, a líder do SNP, o Partido Nacionalista Escocês, creditado com 50 assentos parlamentares e pronto a tornar-se o terceiro partido do Reino Unido.

No debate desta quinta-feira, os candidatos terão apenas 60 segundos para responder a cada pergunta, o que, de certa forma, impedirá um verdadeiro diálogo.