Última hora

Última hora

Poroshenko: Exército tem "capacidade" para responder a eventuais agressões

Petro Poroshenko inspecionou, este sábado, novas armas e equipamento militar de fabrico ucraniano que estará à disposição das forças de Kiev.

Em leitura:

Poroshenko: Exército tem "capacidade" para responder a eventuais agressões

Tamanho do texto Aa Aa

Petro Poroshenko inspecionou, este sábado, novas armas e equipamento militar de fabrico ucraniano que estará à disposição das forças de Kiev.

O presidente da Ucrânia frisou que uma melhoria na indústria da Defesa permitirá lidar melhor com a eventualidade de novos focos de violência no leste do país.

Poroshenko afirmou que “apesar da trégua e do facto de que as forças armadas ucranianas estão, sob ordens, a respeitar estritamente o acordo de cessar-fogo, se ele foi violado, terão a capacidade para responder aos agressores”.

Na região separatista de Donetsk, controlada pelos rebeldes pró-russos, equipas da Cruz Vermelha Internacional distribuiram nos últimos dias ajuda humanitária aos habitantes de várias aldeias.

Uma mulher diz que poderá “finalmente cozinhar alguma coisa”. Explica que “os preços estão tão altos, que não é possível comprar nada”. Diz que preferia não depender de ajuda humanitária, que houvesse “paz e que tudo voltasse a como era antes, com as pessoas a trabalhar e a receber salários, sem viver dependente de ajudas e sem guerra”.

Apesar da trégua instaurada há mais de um mês, continuam a registar-se incidentes esporádicos, como a morte de três soldados, na explosão de uma mina antipessoal.