Última hora

Última hora

Califórnia: Republicanos atribuem seca a ambientalistas

Carly Fiorina, republicana e provável candidata à presidência dos Estados Unidos da América, atribui a seca que assola a Califórnia, às ações dos

Em leitura:

Califórnia: Republicanos atribuem seca a ambientalistas

Tamanho do texto Aa Aa

Carly Fiorina, republicana e provável candidata à presidência dos Estados Unidos da América, atribui a seca que assola a Califórnia, às ações dos ambientalistas.

A antiga presidente executiva da Hewlett-Packard considerou a estiagem como “um desastre provocado pelo homem.”

A Califórnia atravessa a mais grave seca da costa Oeste dos Estados Unidos. O governador do Estado foi obrigado a impor restrições à utilização de água. Jerry Brown ordenou a redução do consumo em 25% para todas as cidades e povoações, uma medida sem precedentes.

A Califórnia gasta cerca de 144 mil milhões de litros de água, por dia, o valor mais elevado de todo o país. Quem não respeitar a redução imposta está sujeito a uma multa de 10 mil dólares.

“Estou a sofrer restrições tanto na água que utilizo na casa de banho como na que utilizo para regar a relva. Agora demoro 5 a 10 minutos, antes, regava com um copo de vinho na mão, durante 15 minutos. Esses dias acabaram. Não podemos fazer mais isso”, conclui uma californiana.

Os republicanos aprovaram, em dezembro, um projeto de lei, na Câmara dos Representantes, que prevê que o fornecimento de água do sul da Califórnia passe a ser feito a partir do delta Sacramento-San Joaquín. Uma medida fortemente contestada pelos ambientalistas que alegam colocar em risco espécies de peixes que já estão em vias de extinção.