Última hora

Última hora

Síria: Agência da ONU pede proteção para palestinianos de Yarmuk

As Nações Unidas deixam um importante apelo a todas as partes envolvidas no conflito sírio ou que tenham influência sobre as forças beligerantes para

Em leitura:

Síria: Agência da ONU pede proteção para palestinianos de Yarmuk

Tamanho do texto Aa Aa

As Nações Unidas deixam um importante apelo a todas as partes envolvidas no conflito sírio ou que tenham influência sobre as forças beligerantes para agirem no sentido de proteger os cerca de 18 mil refugiados palestinianos no campo de Yarmuk, nos arredores de Damasco.

Os receios centram-se sobre o grupo Estado Islâmico e a Frente Al-Nusra, ligada à Al-Qaida.

O responsável pela Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados Palestinianos no Médio Oriente (UNRWA), Pierre Krahenbuhl, pediu ao Conselho de Segurança para encontrar soluções para a proteção e evacuação das pessoas.

A presidente do Conselho de Segurança, Dina Kawar, expressou a posição do organismo. “Os membros condenam da forma mais veemente possível os graves crimes cometidos pela Jabhat Al-Nusra contra os 18 mil civis naquele campo e sublinharam a necessidade de não deixar os autores impunes”, declarou.

Estima-se que entre os milhares de refugiados bloqueados na zona, arrasada por violentos combates, estejam cerca de 3500 crianças.

Antes do início da guerra civil síria, que teve início em 2011 e que já matou 220 mil pessoas, o campo servia de abrigo a meio milhão de refugiados palestinianos.