Última hora

Última hora

Afro-americanos contestam violência policial

A violência policial contra cidadãos negros nos Estados Unidos levou, esta quarta-feira, para a rua centenas de pessoas no estado da Carolina do Sul

Em leitura:

Afro-americanos contestam violência policial

Tamanho do texto Aa Aa

A violência policial contra cidadãos negros nos Estados Unidos levou, esta quarta-feira, para a rua centenas de pessoas no estado da Carolina do Sul.

Um protesto desencadeado pela morte de Walter Scott, um afro-americano de 50 anos abatido a tiro, no sábado, por um agente em North Charleston.

O polícia norte-americano que inicialmente alegou legítima defesa acabou por detido e acusado de homicídio depois de divulgado um vídeo que mostra o agente a balear a vítima pelas costas.

As imagens captadas por uma testemunha com o telemóvel mostram o polícia a disparar vários tiros contra Walter Scott.

O homem que se pôs em fuga, depois de ter sido interpelado ao volante por uma avaria nas luzes dos travões estava desarmado e foi atingido por cinco dos oito tiros disparados.

O departamento de justiça norte-americana e o FBI abriram duas investigações ao incidente, que volta a ensombrar a atuação da polícia depois de Michael Brown ter sido abatido a tiro por um polícia em Ferguson, em agosto do ano passado.